quarta-feira, 4 de agosto de 2010

A dor do amor é sempre maravilhosa?

Dizem que se o coração não doer, não é amor.
Se você não sufocar toda vez que pensar em perder a pessoa que gosta, pode ser qualquer coisa, até uma coceira, mas não é paixão de verdade.
É o que dizem.

Já reparou o quanto era fácil ter um amor de verdade no século passado? Até amor impossível era possível. E dentro desta relação apaixonada de antigamente, não cabia desconfiança, traições... Era tudo perfeito, mesmo que fosse difícil, doído. O amor superava todo e qualquer problema, e sobrevivia feliz da vida em uma casinha de sapê.

Hoje em dia não tem como isso acontecer. As pessoas desistem de relacionamentos pelos mais variados motivos. Carreira, distância, gostos musicais, gastronômicos, futebolísticos, políticos, sexuais...

Além de quase tudo parecer uma barreira para um namoro dar certo, a gente pensa “ah, não deu certo? Daqui a pouco aparece outra pessoa”. Será tão fácil assim? Até quando esta rotatividade existirá?

Todo mundo tem medo de se envolver, de se entregar, de cair de cabeça. Por isso que os relacionamentos morrem cedo e caem na vala dos amores mal amados e mal vividos. Vira lixo emocional.

Você luta tanto para não gostar de alguém. Tenta a qualquer custo evitar sofrimento no futuro. Porque quando você percebe que ama, você percebe também que está inevitavelmente fadado a sofrer.

Sofrer faz parte do amor. É uma dor maravilhosa, viciante em alguns casos. Só não pode virar hábito. Aí é necessário tomar cuidado porque amar não é sofrer o tempo todo, não é chorar todo dia, não é perder o respeito por si mesmo. Amor não pode ser querer o inatingível. Amor não pode ser somente a conquista. Amor é arroz e feijão, é dia a dia, é rotina boa, é café com canela.

Penso nisso e ouso a contrariar o poeta. Amor arde, sim, mas não é invisível essa fogueira.
A ferida que dói a gente sempre sente.
O descontentamento é um contentamento.
Porque amor dói. É o que dizem.
Essa dor maravilhosa que as pessoas preferem esquecer.

18 comentários:

Raul Ricardi disse...

Parabéns Joanna, sem dúvidas amar é sofrer.. mas como é bom "sofrer"!!

Rafael disse...

Casa comigo?!

Marcelo Germano disse...

As pessoas hj são escravas da rotina ácida... e a dor de amor as vezes passa despercebida...

lembracasesquecidas disse...

Verdade, o amor, "AMOR" mesmo, praticamente não se vê mais, a paixão se materializou, para muitos o amor tem que vir com um carro do ano, uma moto bacana.etc. flores? apenas no falecimento de alguem querido. Sofrimento, termina antes de postar um tweet falando que o namoro terminou.

T. Cordeiro disse...

Olá, Joanna. É a primeira vez que entro no seu blog. Muitas coisas legais e interessantes, vejo que oque você escreve é algo que vem da Joanna mesmo hehehe! Muito bom! Admiro seu trabalho e como não sou diferente do brasileiro, também gosto de futebol.
Nesse seu post de hoje, o amor é sempre difícil de lidar e ainda mais se tratando de pessoas e até mesmo, de nós.
Eu não sei você mas eu gosto muito de ler a Bíblia e lá tem algumas coisas interessantes que nos leva a pensar sobre o amor.
Olha esse trecho:
"O amor é paciente, é benigno. O amor não inveja, não se vangloria, não se encoberbece. Não se porta inconvenientemente, não busca os seus próprios interesses, não se irrita, não suspeita mal (...) Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta." 1Corintios 13.
Joanna, deixo essa mensagem de que o amor vale a pena e existe pessoas que realmente querem amar e fazer a diferença.
Deixei o link do meu blog. Como fiz a minha visita por favor, faça a sua lá também e deixe um recado falando sobre o que achou.
Super abraço!

André Zaun disse...

Joanna...surpresa boa pelo twitter descobrir o teu Blog...admiro você e o seu trabalho há tempos...gostei muito dos textos, bom humor e inteligência... e de saber mais de você!!! Parabéns!

PS.:"Uma balada qualquer" me fez rir muito...Sad but true...rs

Darwin FoX disse...

Amar sem perder a capacidade de amar é um dos maiores desafios do ser humano. ;o)

Roney disse...

Oi Joanna! Dá uma olhada em "Fragmentos de um discurso amoroso" (Roland Barthes). Ali se revelam as diversas facetas do sujeito amoroso.;)

centenário disse...

Desculpe se te tratei mal. Mil desculpas, admiro tei trabalho. msn:rollpublicide@hotmail.com fala comigo. #arrependido

@robsonroll

centenário disse...

Desculpe se te tratei mal. Mil desculpas, admiro tei trabalho. msn:rollpublicide@hotmail.com fala comigo. #arrependido

@robsonroll

Amadeu de Prado disse...

Só para dizer que caí de paraquedas aqui neste seu "gramado". Li o post que caiu na minha pesquisa, depois revirei algumas coisas... Mas quando saí deixei tudo arrumadinho no mesmo lugar.
Siga em frente!

Anônimo disse...

I required some information and was searching on Yahoo.com for it. I visited each of the top 3 pages that came up but didn’t get any relevant result... I then luckily found your diamond forum in the dirt and thought to check it out. This is what I was after

Cheers peeps at joannaeabola.blogspot.com and keep this fantastic effort up.

[color=#225588][URL=http://www.iron-science.co.uk/]Sports Supplements[/URL] [URL=http://www.iron-science.co.uk/]bodybuilding[/URL] [URL=http://www.iron-science.co.uk/]Sports Nutrition[/URL] [URL=http://www.iron-science.co.uk/]bodybuilding supplements[/URL] [/color]

Anônimo disse...

A estrogênia declama em textos seus sentimentos mais íntimos, mais profundos, mais sinceros. Tão improvável, contudo não impossível ainda existir o AMOR ideal, dos meus sonhos, dos seus...
Viver é uma grande aventura, no qual o Amor sorri em alguma esquina, diante de tamanhos espinhos e gramas cinzentas. Ainda acredito.
Ultimamente tenho acompanhado mais de perto a apimentada capricorniana estrogênia, agridoce como o tempero do ar da madrugada.
O AMOR ainda existe sim, basta olhar para dentro do seu sorriso, dos seus olhos, ...dói saber que é invisível.

by amigo

Guto2310

marcosbravo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
marcosbravo disse...

Momentos passam mas a história fica...ninguém explixa de onde vem e pra onde vai o sentimento....
Do pensamento ele não sai, o envolvimento pede mais, no esquecimento não cai...
Eu caio fácil nessas armadilhas..... Ainda mais quando assisto SPORTV e fico fraco quando vejo o quanto o olho da JOANA brilha!

Anônimo disse...

Fantastic web site, I had not noticed joannaeabola.blogspot.com earlier in my searches!
Keep up the fantastic work!

luciano disse...

Joana,voce é linda demais...

danileras. disse...

Pergunte pro seu Orixá
O amor só é bom se doer