domingo, 30 de novembro de 2008

Direto do Chile...


Como muitos já sabem, estou no Chile, cobrindo a seleção sub20 feminina. Para ser mais exata, em Temuco, cidade charmosa e fria ao Sul do país. Temuco é cheia de morangos e de histórias. Uma delas divido já com vocês. Temuco é a terra do poeta Pablo Neruda.
Fomos até o museu ferroviário que leva seu nome. Ferroviário? Sim, ferroviário. O pai de Neruda trabalhava com trens, o que por muito tempo foi o forte da cidade...
Como gosto muito de Neruda, aqui vai um poema. Em homenagem as meninas do Brasil, que prometem poesia dentro de campo diante da Alemanha nesta segunda-feira...
Vai, Brasil!

Antes de Amar-te...

Antes de amar-te, amor, nada era meu
Vacilei pelas ruas e as coisas:
Nada contava nem tinha nome:
O mundo era do ar que esperava.
E conheci salões cinzentos,
Túneis habitados pela lua,
Hangares cruéis que se despediam,
Perguntas que insistiam na areia.
Tudo estava vazio, morto e mudo,
Caído, abandonado e decaído,
Tudo era inalienavelmente alheio,
Tudo era dos outros e de ninguém,
Até que tua beleza e tua pobreza
De dádivas encheram o outono.

2 comentários:

crocodilo disse...

Oi Joanna,

bom trabalho por aí e divirtas-se um tantinho.

Beijo,
Paulo

Marcelo Alexandre disse...

Joanna, vi hj no redação q vc tah no Chile, dae vim ver se tinha algo no blog, e pra minha felicidade sim!!!!
bom trabalho... competente e muuuuuuuito linda, adoro vc!