quinta-feira, 29 de maio de 2008

A TARDE

O maior pedaço do meu dia
Acorde tarde, durma cedo.
Mas não perca a tarde.

Tudo acontece à tarde.
Tudo é melhor à tarde.
O sol é mais forte
O vento sopra diferente
As pessoas sorriem
E se vão...
Se cansam
Se falam
Se beijam
Se calam. De tarde.

Nunca é tarde
Para cantar de tarde
Nunca é tarde
Para declarar um amor covarde
Nunca é tarde
Para desabafar o que no peito arde
E só de tarde
Que o sol pode te ouvir sem muito alarde.

Há quem desperte tarde
E perca as manhãs.
E há quem durma muito cedo
E pense que a noite se trata de uma escuridão vã.
A tarde é meio-termo
É equilíbrio, é paz.
Vai, tarde.
Mas caia no meu ombro amanhã.

5 comentários:

Sou uma mistura do que fui e do que serei disse...

Posso declarar meu amor covarde?

Cristina Casagrande disse...

Lindo mesmo!

FCA disse...

Parabens!! Eh gostoso ler o q vc escreve!! Bjao

marcio disse...

Mais uma grande e linda obra de uma divina mulher, minha linda Joanna. O texto está lindo, e nunca é tarde pra dizer que eu te adoro.
e todo vento que sopra traz o seu perfume,
um perfume do amor e do carinho.
A paz é a sua alegria
seu sorriso e seu tudo
você é tudo,
tudo que um jovem sonhador sonha
te adoro

Dream Land disse...

Cada vez mais me surpreendo com seus textos.
Expressam sinceridade com leveza, um toque de ironia, mas nunca sem perder postura. Mesmo que retratem algo que tenha realmente lhe machucado, parecem ter sido escritos de cabeça erguida, mas talvez com uma dor no coração
Muitas coisas são deixadas nas entrelinhas, e muitos significados podem ser encontrados ao longo de cada frase. Enfim, textos belos vindos de mãos tão belas.
Parabéns Joanna, e não demore muita a atualizar o blog. Seus fãs o esperam. Beijo !!
Dream Land (land-dream@bol.com.br)